A ANAC criou regras para as operações civis de aeronaves não tripuladas, também conhecidas como drones.

De acordo com a ANAC, o termo “drone” é usado popularmente para descrever qualquer aeronave com alto grau de automatismo. De forma geral, toda aeronave drone é considerada uma aeronave não tripulada categorizada como Aeromodelo, RPA ou Aeronave Não Tripulada Autônoma.

Pelo regulamento da ANAC define-se:

  • Aeromodelos são aeronaves não tripuladas utilizadas para lazer.
  • RPA são aeronaves não tripuladas usadas para outros fins, como corporativo ou comercial.
  • Aeronaves Não Tripuladas Autônomas, nas quais não há interferência do piloto durante o voo, não estão contempladas na norma e sua utilização continua proibida no Brasil.

Para os Aeromodelos, não é obrigatório possuir seguro com cobertura de danos a terceiros.

Para os RPAs, é obrigatório possuir seguro de drones com cobertura de danos a terceiros para pilotar aeronaves com peso máximo de decolagem superior a 250g.

Informações adicionais:

As RPA estão divididas em três classes, de acordo com o peso máximo de decolagem, no qual devem ser considerados os pesos do equipamento, da bateria ou combustível, e da carga eventualmente transportada, a saber:

  • Classe 1 – RPA: Peso máximo de decolagem maior que 150 kg.
  • Classe 2 – RPA: Peso máximo de decolagem maior que 25 kg e até 150 kg.
  • Classe 3 – RPA: Peso máximo de decolagem de até 25 kg

Somente os equipamentos com peso máximo de decolagem acima de 250g precisam ser cadastrados na ANAC por meio do Sistema de Aeronaves não Tripuladas (SISANT), disponível em: sistemas.anac.gov.br/sisant.

O cadastro vai gerar uma identificação que deverá ser confeccionada em material não inflamável, ser legível e ficar acessível na aeronave. Pilotos não precisam de documento emitido pela ANAC e são considerados devidamente licenciados, caso não pretendam voar acima de 400 pés.

É obrigatório portar a apólice de seguro, que é a comprovação da contratação do seguro de drones, a certidão de cadastro junto a ANAC, a avaliação de risco e o manual de voo do equipamento nas operações com aeronaves com peso máximo de decolagem acima de 250g.

Para obter informações mais específicas, consulte a norma editada (Regulamento Brasileiro de Aviação Civil Especial – RBAC-E nº 94) e também a página temática www.anac.gov.br/drones.

É importante lembrar que para usar drones não basta seguir as normas da ANAC. O regulamento da Agência é complementar aos normativos do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) e da Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL).

Consulte a publicação “Orientações para Usuários de Drones”. Veja mais sobre as regras da ANAC em https://www.anac.gov.br/assuntos/paginas-tematicas/drones

Contamos com a melhor solução para o seu negócio.

Dúvidas frequentes

Sim, é obrigatório.

As coberturas exigidas pela ANAC para este seguro obrigatório, abrange danos corporais e pessoais a pessoas e bens no solo, colisão e abalroamento.

Só é possível confirmar os valores, após realizarmos uma cotação junto as seguradoras.

É obrigatória que o modelo do drone seja homologado pela ANAC. Além disso, o equipamento deve ser cadastrado na ANAC.

Conforme regulamentação da ANAC, o Seguro para Drones é obrigatório para todos os voos comerciais.

Caso ocorra alguma fiscalização, e não for apresentada a comprovação da contratação do seguro, o equipamento poderá ser apreendido. O responsável responderá pela irregularidade nas esferas civil, administrativa ou criminal. Claro, ainda há o risco referente a um acidente que requeira altos valores de indenização.

Sim. Algumas seguradoras emitem apólices de Seguro para Drones.

Seguro RETA 1º RISCO

Tipo: Obrigatório

Ramo: Responsabilidade Civil do Explorador ou Transportador Aéreo (R.E.T.A.)

É um mercado novo no Brasil. Poucas seguradoras contam com o produto. Contudo, a Global Opsi Corretora de Seguros tem a especialização necessária para ajudar na contratação.

É muito fácil, basta nos encaminhar os seus dados que retornaremos o contato já com a cotação.

A Global Opsi Corretora de Seguros atende a todo o Brasil. Entre em contato conosco.

Telefones: (11) 4171-2480 São Paulo e (21) 3349-3397 Rio de Janeiro

E-mail: contato@globalopsi.com

Site: www.globalopsi.com

No Brasil, o papel do Corretor de Seguros é fundamental para a contratação com as coberturas adequadas. Além disso, normalmente as seguradoras não contratam diretamente com o cliente final. Embora, a apólice seja emitida pela seguradora diretamente para o nome do segurado.

Ainda não há essa oferta no Brasil. Contudo, logo que o mercado estiver maduro, certamente as seguradoras lançarão apólices que cubram os equipamentos.

Vale lembrar que o Seguro para Drones é obrigatório cobre acidentes contra terceiros.

Tags relacionadas:

anac seguro obrigatorio para drones , seguro para drone Brasil , seguro para drone Mapfre , seguro drones allianz brasil , onde fazer seguro de drone , seguro reta para drones , seguro rc drones , quem faz seguro para drones , drone seguro contra terceiros , cadastro drone anac , anac sisant , seguro drone , decea drones , licença para drone , sistemas anac gov BR , sisant , registro de drone anac , anac drone 2017 , conserto de drones , conserto de drone rj , regulamento anac , manutenção de drone , locação de drone , venda de drone , assistência técnica de drone , mapeamento aéreo com drone , vistoria com drone , casamento com drone , mapeamento com drone , aerofotogrametria com drone , drone para georreferenciamento , escola de pilotagem de drones , piloto de drones , escola de drones ,  brasil , rio de janeiro , filmagem com drones , rj , empresa de drones