Foto de um estetoscópio sendo usado em um homem

Doenças cardiovasculares

Sedentarismo, alimentação, hipertensão, tabagismo, estresse, obesidade, diabetes e colesterol alto são algumas condições de saúde cada vez mais presentes no dia a dia dos brasileiros, em razão das condições de vida da nossa sociedades. Todas as pressões do cotidiano e maus hábitos acabam maltratando nosso coração que, aos poucos, vai perdendo sua capacidade de funcionar corretamente e acaba aumentando de tamanho para compensar a necessidade de maior esforço. Essa disfunção é o que chamamos de insuficiência cardíaca.

As doenças cardiovasculares, afecções do coração e da circulação cardíaca representam a principal causa de mortes no Brasil – cerca de 40%de todas as mortes.

Hoje, a cada minuto, ocorre uma morte, tendo como causa a doença cardiovascular.

As doenças cardiovasculares causam:

  • 2 vezes mortes que todo os os tipos de câncer juntos;
  • 2,3 vezes mais mortes que acidentes e violência;
  • 3 vezes mais mortes que as doenças respiratórias;
  • 6,5 vezes mais mortes que todas as infecções, incluindo Aids.

Agr precocemente é uma das formas de retardar e até prevenir o infarto. O controle dos fatores de riscos cardiovasculares (fumo, pressão alta, colesterol alto, diabetes, aumento da cintura abdominal, estresse e ansiedade) e a adoção de um estilo de vida saudável podem reduzir o risco de infarto em mais de 85%.

É preciso focar no diagnóstico precoce

Durante o check-up médico, além do exame clínico detalhado, realizamos os exames necessários, entre eles: teste de esforço ecocardiograma, além de análise sanguíneas.

Além destes, é importante a avaliação das artérias cerebrais para diagnóstico precoce de lesões vasculares e a ultrassonografia abdominal para descartar o diagnóstico de aneurisma da aorta abdominal.

Para prevenir doenças cardiovasculares, recomenda-se praticar atividade física regularmente controlar o peso o diabetes, os níveis de colesterol e triglicérides , ter a alimentação balanceada e saudável, não fumar, evitar o excesso de bebidas alcoólicas e sal, gerenciar a pressão arterial, entre outras medidas para controlar ou evitar fatores de risco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>